257bet

Capa do Álbum: 257bet
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
257bet

NOTÍCIAS SOBREsmartphone

Veja essas e outras notícias da 257bet

Placeholder - loading - Imagem da notícia Vício em smartphone pode prejudicar filhos

Vício em smartphone pode prejudicar filhos

Não é novidade que o uso excessivo de smartphones pode causar diversos problemas de saúde e comportamento. Agora, um novo estudo publicado na revista científica Child Development sugere que o vício em redes sociais dos pais pode afetar o comportamento dos filhos.Pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade do Estado de Illinois, ambas nos Estados Unidos, analisaram quantas vezes os pais paravam de dar atenção aos filhos para acessar seus dispositivos. Em seguida, a equipe de pediatras analisou o comportamento das crianças.Os resultados mostraram que filhos de pais que usam frequentemente os smartphones são mais propensos a apresentar problemas de comportamento. Os pesquisadores acreditam que as constantes interrupções geradas por mensagens nas redes sociais atrapalham momentos entre pais e filhos, fazendo com que as crianças tentem chamar atenção de outras formas – por meio de surtos repentinos ou atitudes inadequadas, por exemplo.De acordo com os autores, até mesmo pequenas pausas em uma conversa para checar o celular podem gerar irritabilidade nas crianças. A longo prazo, essa situação pode deixar os pequenos hiperativos e até mesmo depressivos.Quando questionados se achavam que o uso dos smartphones atrapalhava seu relacionamento com os filhos, as mães eram mais propensas a admitir que sim, em comparação com os pais.Segundo a Common Sense Media – organização sem fins lucrativos que avalia a relação da mídia e tecnologia entre crianças e responsáveis – pais com filhos com idade entre 8 e 18 anos passam, em média, mais de nove horas por dia nas mídias sociais.Limitar o tempo gasto nas redes sociais também pode representar benefícios para os adultos. De acordo com Sarah Sullivan, professora de ciências humanas e psicologia da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, o Facebook pode ser prejudicial para a saúde mental das mães. O uso excessivo pode causar sintomas de depressão e estresse elevado, graças a constate procura por aprovação e validação externas sobre o papel de maternidade.Para ler mais notícias, curta a página 257bet News no Facebook!

6A
Placeholder - loading - Imagem da notícia Cientistas criam tela que se regenera

Cientistas criam tela que se regenera

Um grupo de químicos da Universidade da Califórnia em Riverside, nos EUA, tem trabalhado com sucesso em uma tecnologia que permite que a tela de smartphones se autorregenerem de danos.Os primeiros resultados são animadores. Em conversa com o site Business Insider, o químico Chao Wang contou que, nos testes feitos, cortes e arranhões desapareceram da tela depois de 24 horas.O material dessas novas telas é feito de um tipo de polímero elástico e de sal iônico. Quando juntos, esses elementos criam uma ligação chamada de interação íon-dipolo, quando um íon é atraído por um polo de uma molécula polar. Assim, moléculas e íons se unem para restaurar danos causados por perfurações e arranhões.De acordo com comunicado da universidade, o material pode esticar até 50 vezes o seu tamanho original, é transparente e de baixo custo. O que inspirou a criação da tecnologia foi a paixão de longa data de Wang por Wolverine, o anti-herói das histórias em quadrinho que é capaz de se curar sozinho.Esta não é a primeira vez que o cientista usa os polímeros elásticos junto ao sal iônico em suas criações. No ano passado, o pesquisador criou um material similar a um músculo que pode ser esticado até 100 vezes o seu comprimento original e que tem a capacidade de autocura quando é perfurado.Um material semelhante ao criado Wang já é usado nas traseiras de alguns celulares, como a do LG G Flex. Mas ele não conduz eletricidade e, por isso, não pode ser usado em telas.Wang prevê que a nova tecnologia seja usada em baterias e telas de smartphones até 2020. Para ler mais notícias, curta a página 257bet News no Facebook!

6A
Placeholder - loading - Imagem da notícia Aplicativos podem causar insônia

Aplicativos podem causar insônia

Quantos passos você deu, quantas calorias consumiu, o ritmo dos batimentos cardíacos e os ciclos do sono que você completou são informações facilmente coletadas por aplicativos de celular ou pulseiras rastreadoras. Apesar da praticidade que essas informações trazem ao dia a dia, um estudo comprovou que elas podem estar tirando o sono dos usuários.Testes que acompanham as ondas cerebrais e o coração durante o sono revelaram que, por mais normais que fossem os resultados clínicos dos pacientes, eles se sentiam cansados e estressados com o uso contínuo das tecnologias, que muitas vezes indicam resultados contrários aos da polissonografia feita por médicos especialistas.Segundo os pesquisadores, estudos anteriores já mostraram que as tecnologias de rastreamento de sono têm pouca comprovação científicaO fenômeno da “ortosonia”, a obsessão com o sono correto, pode ser o culpado pela qualidade ruim do descanso dos pacientes. De acordo com psicólogos, a quantidade de dados disponíveis pode transformar o sono em uma tarefa quantificável. A consequência disso é que pessoas mais suscetíveis podem desenvolver níveis altos de estresse que, por sua vez, atrapalham o sono, virando um gatilho para insônia.O objetivo do estudo é promover um uso mais consciente dessas ferramentas. Os pesquisadores acreditam que os aplicativos podem ajudar a diagnosticar distúrbios como apneia e melhorar o sono, mas desde que o usuário não confie demais na sua precisão, nem fique tão preocupado em bater metas de sono.Para ler mais notícias, curta a página 257bet News no Facebook!

7A

Fique por dentro

de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio 257bet, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

  1. Home
  2. noticias
  3. tags
  4. smartphone

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

257bet Mapa do site