257bet

Capa do Álbum: 257bet
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
257bet
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

Snap cortará 10% da força de trabalho em meio a contínua onda de demissões

Placeholder - loading - Logo do aplicativo Snapchat 28/7/2022 REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração
Logo do aplicativo Snapchat 28/7/2022 REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração

Publicada em  

Atualizada em  

(Reuters) - A Snap informou nesta segunda-feira que cortará cerca de 528 funcionários, ou 10% de sua força de trabalho global, sinal de que a onda de demissões em massa no setor de tecnologia observada em 2023 pode persistir enquanto as empresas lidam com a incerteza econômica.

A empresa, proprietária do aplicativo Snapchat, há muito tem se esforçado para transformar sua popularidade entre os jovens em um crescimento consistente de receita e competir com rivais maiores, como a Meta, dona do Facebook, que anunciou seu primeiro dividendo na quinta-feira após demitir funcionários no ano passado.

A Snap divulgará seus resultados do quarto trimestre na terça-feira.

'As demissões em massa não são um bom presságio para o estado dos negócios da Snap', disse Jasmine Enberg, analista líder da empresa de pesquisa Insider Intelligence.

'A Snap deve estar tentando conquistar alguma benevolência dos investidores, que recompensaram seu concorrente por suas medidas de corte de custos.'

'Para melhor posicionar o nosso negócio a fim de executar as nossas maiores prioridades e garantir que temos a capacidade de investir de forma incremental para apoiar o nosso crescimento ao longo do tempo, tomamos a difícil decisão de reestruturar nossa equipe', disse a Snap.

A empresa prevê encargos antes de impostos na faixa de 55 milhões a 75 milhões de dólares, que consistem, principalmente, em indenizações e custos relacionados, e outros encargos, dos quais se espera que 45 milhões a 55 milhões de dólares sejam despesas de caixa futuras.

A expectativa é que a maioria desses custos incorra durante o primeiro trimestre de 2024.

Com os cortes, a Snap se junta a outras empresas de tecnologia e mídia, como Amazon e Alphabet, que anunciaram demissões em massa em janeiro.

No geral, quase 32 mil trabalhadores foram despedidos de 122 empresas de tecnologia desde o início do ano, de acordo com o site de monitoramento Layoffs.fyi.

O setor tecnológico cortou 168.032 empregos em 2023 e foi responsável pelo maior número de demissões em massa entre outros setores, segundo um relatório recente da Challenger, Gray e Christmas, sendo mais de 10 mil apenas na Microsoft.

(Reportagem de Samrhitha Arunasalam em Bengaluru e Sheila Dang em Austin)

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. snap cortara 10 da forca de …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

257bet Mapa do site