257bet

Capa do Álbum: 257bet
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
257bet
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

Novas vacinas contra Covid-19 chegam aos EUA em meio a surto da variante 'Éris'

Placeholder - loading - Ilustração de vacina contra a Covid-19 17/01/2022 REUTERS/Dado Ruvic
Ilustração de vacina contra a Covid-19 17/01/2022 REUTERS/Dado Ruvic

Publicada em  

Por Michael Erman

NOVA YORK (Reuters) - Uma nova vacina contra a Covid-19 deve ser lançada no próximo mês, mas especialistas e analistas de saúde dizem que ela provavelmente será recebida com frieza, mesmo com as hospitalizações pela 'Éris', uma variante da Ômicron do coronavírus, subindo em todo o país.

Alguns especialistas em saúde pública esperam que os norte-americanos recebam a nova vacina da mesma forma que receberão uma vacina contra a gripe. Mas a demanda pela vacina tem caído drasticamente desde 2021, quando foi disponibilizada pela primeira vez e mais de 240 milhões de pessoas nos Estados Unidos, ou 73% da população, receberam pelo menos uma injeção.

Os fabricantes de vacinas contra a Covid-19 reduziram as expectativas para a campanha de vacinação no próximo semestre, com a Pfizer – a maior fabricante de vacinas de mRNA com a BioNTech – alertando recentemente que pode precisar cortar empregos se não tiver um bom desempenho. Sua maior rival, Moderna, admite que a demanda pode chegar a 50 milhões de doses.

No ano passado, as vendas de vacinas da Pfizer e da Moderna ultrapassaram 56 bilhões de dólares em todo o mundo; analistas projetam cerca de 20 bilhões de dólares para este ano.

A emergência de saúde pública da Covid-19 terminou em maio e o governo norte-americano entregou grande parte da responsabilidade de vacinação ao setor privado. Mais de 1,1 milhão de pessoas no país morreram de Covid, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês).

Tal como acontece com a gripe, a Pfizer /BioNTech SE, Moderna e Novavax, criaram versões da vacina contra a Covid-19 para tentar corresponder à variante que acreditam que estará circulando neste próximo semestre. Os disparos são direcionados para XBB.1.5, uma subvariante semelhante a EG.5 e também uma sublinhagem da ainda dominante variante Ômicron.

As hospitalizações relacionadas à Covid-19 aumentaram mais de 40% em relação às mínimas recentes atingidas em junho, mas ainda estão mais de 90% abaixo dos níveis de pico atingidos durante o surto de Ômicron em janeiro de 2022, de acordo com dados do CDC.

Alguns médicos sugerem que as injeções anuais devem ser direcionadas aos idosos e outras pessoas de alto risco, que têm maior probabilidade de complicações.

O CDC recomendou que as crianças recebam uma dose única da vacina atualizada do ano passado para aqueles com 6 anos ou mais.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. novas vacinas contra covid 19 …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

257bet Mapa do site